sexta-feira, 17 de agosto de 2012

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Um cão Peregrino

Meu amigo Bernardo Alevato é meu 'Camarado'; e pronto. Valeu?
Concordamos estupidamente?
SIM + NÃO
APENAS EXISTIMOS NA CAPOEIRA
  Filho da Mãe foi quem bolou este tal de Marqueting, Q continua no Baú 2. Muito extranho tudo isso, mas sou tinhoso e quanto mais sangro, mais eu brigo...e isto não quer dizer que me dou bem. Quase sempre sofro muito a perda dos inimigos;  dos futuros e dos velhos amigos. Já tive muito charme e era muito cativante, podendo dar toques salvadores, e, de graça... Depois fiquei velho_ 'Bom Velhinho'_ , virei capoeirista ( PUC RJ 1994 ) e criei mentalmente_ só não devia ter falado sobre o novo Marqueting pros carinhas concorridos - Q não perdem tempo_  Mas, na prática, ainda estou lá, na movimentação cultural invisível: 'MACACO', Manifestação Carioca Contemporânea, "cada macaco no seu galho ". Ocupei lugares públicos permanentes e ajudei a divulgar estas idéias, no nosso trabalho sobre a cultura popular do RJ BR, como AL ZALU ( O ÚLTIMO PINTOR ). Título alto-referente mas verdadeiro, porque comprei a briga. Mais adiante, com ajuda  dos 'COMPAR5AS' ( abertura de Site: Edicões Azular ) e da gravadora Alexandra Morizot ( da primeira turma da nossa Escolinha de Arte Girasol- RJ 1966 ) comecei a postar, na Internet, uma série de Blogs como colecionador de imagens ( AZ Collector ) e de textos compulsivos multi-culturais, meu novo vício, que já vem criando também novos competidores. Lembrete: a Internet é uma nova ferramenta de informação e formação, eminentemente COLETIVA, e sua sede democrática é Norte Americana. Cultura Q nos devora, mas abre outras portas de saida, desde o início do Seculo XX. Só espero Q todos escolham a ética coletivista global. E Q não tenham medo de tantas possibilidades libertárias e sociais futuras. Ou, Q não escolham escapar pelo buraco errado.  AZ Collector RJ BR 15/6/2011  

SOBRESSAINDO
Quando, na morte certa, sobressaem somente sombras, e, por elas, a infamia social se esconde; para que fazer poesia ao transformar o horror cego em deleite nobre... Aonde perdura um osso duro, imovel; Imoral e imortal.
Nos meus blogs cheios de atitudes constata-se, naturalmente, que para lidar comigo...fica dificil mesmo. E, por isso, padeço. Porque nele, no liso, deslisa a sua ausência... para sempre. Ou, por um segundo, sobrevivendo no escuro do escarro em sangue___ na arte viva. Quanto ao tiro longo já sabemos, foi do Augusto dos Anjos. 
Raulaz de Azurara ___ RJ BR 30/10 2010


ISABEL DA INGLATERRA
http://pt.wikipedia.org/wiki/Isabel_I_de_Inglaterra
A Rainha Virgem
Elizabeth 1*
 Elizabete 1*


WILLIAN SHAKESPEARE 


THE BARD
http://pt.wikipedia.org/wiki/William_Shakespeare

A IDADE MODERNA
http://pt.wikipedia.org/wiki/Idade_Moderna

ETIMOLOGIA?
KAPUT
CAPITALE
CAPITALISMO
KAPITALIST

http://pt.wikipedia.org/wiki/Capitalismo#Etimologia

e eu duro, soltando.... pôrra!?!?!


ERASMO DE ROTERDÃ
ELOGIO DA LOUCURA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Elogio_da_loucura

Processo Industrial
http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_Industrial#Contexto_hist.C3.B3rico

Reconstruindo o maior objeto do mundo:

TITANIC

http://www.natgeo.com.br/br/especiais/reconstruindo-o-titanic/fotos/#http://cdn-flac.ficfiles.com/sites/natgeo-br/files/img/galleries/1628/rebuilding-titanic-00016-512x288.jpg?ver=dfd789a4-7213-4268-9fac-97601959

O ENCOURAÇADO BISMARK: 60 anos depois...

http://www.youtube.com/watch?v=4sdlF_9viDY
FUI AFUNDADO


Nosso presente.... pra vcs!
vejam, mas sempre voltem para mim, clicando na cetinha do alto, na esquerda do visor. De quem olha e presta muita atenção...ok?


http://www.ted.com/talks/lang/por_br/eli_pariser_beware_online_filter_bubbles.html?refid=0

A Sofisticação Animal

http://mundofox.com.br/br/videos/impacto-animal

Agora a nossa, que é fodinha...
OK?
Está aqui, mas não se mostra ainda...
http://mundofox.com.br/br/videos/anjos-do-mar/fogo-em-alto-mar/1118621712001/


ROUBARAM ESTA FOTO, MAS SOU MAIS EU< O TORTO, QUE PROJETA CULPAS EM TODO MUNDO...

E COM MUITAS IMAGENS SOBRANDO PELO LADRÂO
DETUDO
O que devemos e agradecemos... a estudante de Cinema da Puc, Mariane, Q
delicadamente e com muito cuidado, postou para uso de nosso 'Baú das Sombras', todos estes vídeos encontrados no YATENGO.
OBRIGADÂO. AZ Colecionador de Imagens; também...


O BAÚ PRIMEIRO
http://www.yatengo.com/videos/zaluar%3B/

DAS SOMBRAS Q SE FAZEM LUZES

Mas naquele final de semana foi terrivel. Agora ainda, nesta contínua segunda feira fria, mas com sol, as amarras continuam apertando; e, até no paralelo. Pois é, aquela baratinha dentuça, avoando e devorando tudo... ao seu geito, continua atuante. Como sempre fez com sua boa imagem de cidadã...suavemente. Mas estou de pé, sózinho e muito machucado por dentro, ao ser transformado em algoz quando, na verdade, fui mero encaixe e vítima das neurozes em nuvens.... sombrias. Conhecidas, sim, porque foi o Q sempre aconteceu comigo. Todo mundo sempre bonzinho diante de minha diabólica criatura; fariseus, mas  porque? Coisas Q não entendo. Sou sensivel e delicado, mas mordo. Porque estão me devendo; e há muito tempo. Uma longa história, das oportunidades aproveitadas e a falta de respeito, pelos agradecimentos devidos... Um verdadeiro amor, amigo, com muita atenção e carinho; sinceros. Por isto!
Quer vir, venha, mas pense antes de tais atitude perversas.


AGORA
ASSIM:
Agora, finalmente, fechou-se  o laço sobre sua história. Continuamente reinventada, mas, assim mesmo, nunca deixada de lado, por tal atitude...Uma cínica? Será que realmente acabou por acreditar nas suas esforçadas apropriações? Anos e anos se passaram, mas, resistindo à tudo, continuou mantendo sua triste história de vítima profissional.

Mas salva pelas aparências, manteve em alta a infâmia de nossa desconstrução; aliando-se aos nossos perversos amigos de ontem, como testemunhas vivas do velório assim construido; elevamdo-se ao pódio dos vencedores, sem ter corrido o risco de nenhuma das decisões... que acabou levando-a à voar sobre nosso corpo derramado; em seguidas reações, às nossas sabidas "traições". Puras demonstrações de desconforto, mas bem remunerado por tornar-seproprietária com aquele geito "puro" de ser conformista, juntando ameaças dos inimigos potênciais, que, aos poucos, foram tramformados em mariposas voando em torno do nosso sincero amor...ao próximo. Mas fodam-se, porque azulei assim mesmo, e, até hoje, não fui perdoado pela manipulação da crueldade social. Q doi. AZ RJ BR 16-8-2912

______________________________________________http://rascunhoscolecoes.blogspot.com.br/

http://labirintomofodeu.blogspot.com.br/

O ÚLTIMO PINTOR
Sou eu. Para provar, arraste o 'ratinho' sobre esta parte em branco. 
Uma proposta lúdica, que esconde nosso texto ancestral; de despedida. Depois vieram uns copistas e transformaram o meu humor_ livre... em coisas suas. CONCEITUAIS. Mas sem meu consentimento. OK? Vampiros

ARRASTE AQUI:

A ele, ao que sobreviver, dedico este texto. Curto. 
Inverossimel . Pontuado por imagens.
Rica é a nossa fauna, seus ornamentos e paramentos.
Alegramo-nos de participar na forma e no conteudo. Longa vida às artes plásticas !
Espelho meu, constituiu-se o poder em nosso nome. Preliminarmente não fomos ouvidos, secundariamente seremos consultados.

Depois disso, se sobrevivermos, poderemos continuar a nossa briga particular. Cedo a todos a glória , nesta opotunidade, com a limpidez da comunicação dos pássaros.
Contudo um grande camelo, como uma visão , passou pelo
buraco da agulha. O pesadelo desta dualidade de poder alimenta o
moralismo e o nacionalismo, o que é péssimo. Para nos atrair, deita
em nossa passagem o brilho falso das quinquilharias civilizatórias,
com sua costurada imagem oficiosa de camelô " bem sucedido".
Nas violadas selvas nativas, embaraçados no cipoal dos erros
cometidos , realizamos nosso Kuarup Social. Encontramo-nos com
 nosso pequeno e astuto cacique, nossa solução. A esta solução,
nosso troféu em sua dolorosa esperança democrática.
O canto do Uirapurú ( Leucolépia ), atrai os outos pássaros.
Talismã  amazônico, herdados da mesma familia ( Trogloditídios ) a
popular Cambaxira, também conhecida por Garrincha , prolifera
 e sobrevive nas cidades. Pequena em seu canto chiado , simboliza
 nossa capacidade de ainda ouvir 
" AVOZ DO BRASIL" ( das 19 às 20 horas ). 
Assim sendo, convidamos o último Pintor Verdadeiro
 ( Tangará Faustuosa ) e todos os outros pássaros, para virem ao nosso 
 encontro aleatòrio, com suas linguagens características refltitindo
a multiplicidade infinita das personalidades.
Aloysio Zaluar

Galeria Olívia Kann
RJ BR De 8/11/1984 à 17/11/1984


DEPOIS - RATÃO - DESLIGUE COM UM LEVE TOC SOBRE O AZUL DE FUNDO, PORQUE É BRINCADEIRA COM OS ERROS COMETIDOS.



Dinheiro não é tudo
Nem poder, sobre minha irriquieta pessoa. O extranho é Q este Blog, Baú Das Sombras, foi construido em cima do que restou do antigo Urca Sono. Q foi invadido e destruido. Seus vestígios estão nestes quasdradinhos com cruzinhas, soltos nestes Blogs do Baú das Sombras, e, no novo, Urca Sono; será?. Foi quando narrei minhas aventuras na Praia e no Forte da Urca, quando criança. Locais em que meu pai, Achilles Emilio Zaluar, desde Cadete de Cavalaria, em Realengo, e depois tornado-se Médico na Praia Vermelha, frequentou, privilegiando-os como berço de seu amor pelo RJ ( Morro Cara De Cão ) e pela prática esportiva. Já Q foi campeão-cadete de esgrima, hípismo e salto com varas. Médico, Professor de Educação Física e Nutricionista, foi um atleta muito inteligente. Além de falar e dominar o Latim e o Grego, tornando-se um humanista clássico, muito culto, acabou por ajudar ( Cultura Clássica ), nosso primo Abelardo Zaluar a se preparar para Cátedra de Desenho da ENBA - UB. Assim, fui criado por um pai heroi ( de guerra também ), e um humanista cristão convicto, que tinha em seus filhos a razão de sua vida. Acontece, Q depois que um menino morreu_ há muitos anos_ ao pular de um famoso trampolim da Praia da Urca, minha mãe não quis mais frequenta-la. Mas ficaram, ainda, as lembranças dos caranguejos que pareciam correr atrás de nós, no Forte da Urca. Pois é, e tem também as histórias do Carlinhos Molhizane, primo de minha mãe e Mestre Croupier local, com suas aventuras no Cassino da Urca...e seu inesquecivel,
Cadillac- Rabo de Peixe
Fora as múltiplas histórias de meus primos Gustavo e Guilherme Zaluar, que foram criados no bairro por seus pais, Ciléia e Abelardo Zaluar. Pois é, mas tinham também minhas próprias histórias de adolescente, como frequentador do último bairro do RIO: O Urca Sono...porque relaxa e te conforta, dos trancos alucinados de nossa megalópole pobre...Q FOI INVADIDA E DESTRUIDA. E PORQUE? OU, POR QUEM? AZ RJ 11/6/2011  

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cadillac

................................................................................................
SALADA MISTA PARA AQUELE CRÌTICO CHAMADO JACOB
..................................................................................
UM ARTISTA TUPINIQUIM OU UM INDIO DE CETIM
EXPOSIÇÂO: Desenhos e Gravuras, na Oficina D'Arte, com palestra de Alba Guimarães e filme Super 8, no Parque Lage...   
RJ BR 17/ 11/ 1977 & 25/ 11/ 1977

20 ANOS NA CORDA BAMBA
O CLOVIS VEM AI
DAS LUMPENS UDIGRUDI

Aloysio Zaluar é um velho amigo. Foi importante te-lo conhecido quando ainda iniciava minha carreira de pintor. Por ser sincero e cuidadoso, tem sido um seguro apoio na construção de meu trabalho.
Com ele pude compreender melhor o espirito de Mário de Andrade e ver bem vivo nosso irmão Macunaíma, errando pelas ruas deste Brasil, em busca de sua identidade, de sua fôrça.
É importante ver esta exposição, sobretudo agora que tanto se deseja, em tôdas as áreas do pensamento nacional, conhecer e expressar o que é particular a nós brasileiros.
Aloysio, artista verdadeiro, está aqui com o que fez para isso, em 20 anos de trabalho Uma cultura é construida por todo um povo, num longo processo de história.
A nossa está em formação . É preciso ser humilde e ter o coração batendo junto com a vida de nosso povo. É preciso soltar as amarras de classe e navegar atento dentro d'êle.
Aloysio faz isto o tempo todo, inclusive convivendo com a nossa arte popular e pensando com ela.
Há mais de 10 anos o seu trabalho encontrou o carnaval da cidade, que, na pintura de Aloysio vinha cheio de evocações do Corso Europeu, de onde o nosso herdou certos aspectos externos.
Devagar, seguindo os foliões na volta pra casa, chegou à zona rural e foi atropelado pelos 'Clovis'. Hoje Aloysio é d'êles. Ficou lá, no carnaval sem desfile, sem prêmio, sem turista.
Comovente, no contacto com as pessoas simples que produzem arte popular, é a capacidade de construir beleza apesar da desumana condição em que vivem. As vezes vegetam. Mas dá flor. Pois bem, o Clovis são a extraordinária junção do palhaço europeu ( Clown ) com elementos do culto africano dos Eguns ( espirito dos mortos ). Significa re-unir a vida e a morte, alegria e tristeza. E eles dançam espantando , expulsando as mortes que lhes são impostas. Bonito e significativo ainda, é o parentesco entre Aloysio e 'Goeldi'. Em ambos é fundamental o carinho pelos vagabundos, pelos marginalizados. E porque não lembrar 'Carlitos' ? É como se nêles encontrassem a esperança, o crédito maior na humanidade. Lá ,onde a luta pela sobrevivência é mais cruel elês encontrassem a capacidade humana de resistir e recriar vida.
É o recado que mais me atinge. Tédio é para quem pode.
De mim aqui vai pro Aloysio, a gratidão por êsse tempo todo de paciência, de atenção, de cuidado, de carinho, de amor em fim, por todos nós que sobre este chão derramamos suor.
Falei, com a parcialidade de admirador e amigo, mas, quem não é parcial nesta boa terra?
Dito isso, só me resta convidar vocês pra essa festa, Dei apenas algumas razões . Tem muito mais.
Por tradição somos de folguedos e festejos. Vamos lá.
E pra você Aloysio, desde já o meu abraço. Saravá e Aché
Seu irmão URIAN 'AGRIA DE SOUZA'
Out.77 
.....................................................................................

O QUE FOI?
 Fui eu, Q te observa. Lendo nos seus olhos atentos grudados aqui pela inveja e o preconceito, que vai sim, te comer por dentro. Observadas suas reações desafiadoras e desabonadoras, para comigo... Esta tal leitura, que entra pelos seus olhos e sacode letargias, no seu ser apático e covarde; consigo mesmo.... Por isto fazem média com toda sorte de conformistas pulando em brazas, como todos nós. Se vcs 2 vão tomar consciência do Q fizeram seguindo a trilha do vigário; aproveitem e vão tomar na sua consciência aloprada... ou, se puder, se fuder nos conformes. Os dois__25/6/2011__ Zalu ; o verdadeiro (nos anos70 inventei e assinava apenas Zalu; depois, em 75 surgiu o Al Zalu, do Pontentado de Azurara; apenas humor ) ... Porque o mais demolidor é Q, nas artes e nos seus critérios institucionais culturais, ou mesmo humorísticos, precisamos ter ética. E, necessitam mesmo de uma certa postura, até mesmo nas mais escatológicas torna-se importante ter um pouco de linha. E, é também por causa disto, Q fico no 'Paralelo'. Desafortunadamente, porque visto assim, por este angulo arbitrário de ser...vilão; não valia a pena mesmo. Como todos nós, praticanmente.... Gosto das pessoas como elas são. E não por aqueles critérios forjados, pelas "prezepadas", em nosso caldo de cultura. Acho Q estamos precisando mudar de conduta,  genericam/ente e no geral/mente; em seu uso postumo.  AZ, o cão, que rouba o seu osso.
BABADO

http://www.youtube.com/user/xankpenabellat

SÓ FALTA SABER VER E LER


O BAÚ DAS SOMBRAS
Era apenas mais um título, para uma nova e boa idéia. Q passei a desenvolver a partir de minha exposição em Basel, na Fundação Cultural Brasiléa, da Suiça. Lá estive, e me deparei com uma cidade organizada e cheia de fantasias misteriosas do  passado, preservado pela tradição da população com seus artezãos, especializados em restauração da cidade secular. Isto sim é 'pós-modernismo'. E muito presente, em minhas andanças de observador do futuro incerto mais profundo. Mas aí surgiram os tais copistas de ocasião. Vários pela Internet e levados pela falta de imaginação. Para estes, não importa a vivência, apenas bons títulos à serem usados por imitação.   

E sempre foi assim, pensava numa chamada interessante...Azular, por exemplo, e criava um novo contexto, num novo desafio. Azular Q já foi muito usado por mim. Já assinei vários quadros com este pseudônimo. Significa: sumir; se mandar; desaparecer... coisas assim. Humor, no desamor, como sou tratado. Depois, com a Internet e a abertura para um site: virou Edições Azular; escafedeu-se e o iscambau...Faz tempo. Hoje, somos vários cretinos usando a mesma chamada; mas a minha tem um peru pra fora

Desapareceu a prima-aziaQ ficou a querer dividir comigo o incômodo gastrico intestinal. E a minha independência, impertinente? Com o AZ COLLECTOR foi a mesma coisa, deprimente. Sigo em frente. Copistas, ratões, e vampiristas de dentadura, querendo sugar meu mel e todas as coisas vuneráveis daquelas passagens mais sombrias. Coisas, Q não lhes dizem respeito. À todos, desejo o máximo de fúria e argumento. Até torna-los ausentes de minha vida. Ou, de qualquer sentimento de posse. Em particular, no coletivo. 
Mas tudo isto serve como testemunho de minha presença, muito pouco lida, mas penetrante, no espaço da criatividade e na própria mãe dos Carrapateiros. Selvagens. Não são os predadores Q mais admiro. Mas já criei um, Q ficou na lembrança. Sem dúvida prefiro os Falcões Peregrinos. Planetários e solitários,  em suas furtivas passagens por estas bandas.

Contudo, como nuvens de destruição e ódio, aquelas vampiragens por informação, atacam de forma surreal, sugando todo o alento de nosso pensamento ilustre, anti-massivo. Porque só conseguem ser o Q nunca foram. E, como hospedeiros vorazes, boiada bolada, de tanto ódio e inveja, navegando pelo espaço cibernético, distribuindo e derramando o Q d'eles nunca teria sido.  De cabeça pra baixo, tiram do solo o prumo para o bote em linha reta, e vão...até encontrar o vazio, em seu pequeno mundo de chupa-ação. Apenas isto: tentativa vã, de ocupar espaço em uma outra vida. Q não a sua, certamente.
AZ RJ BR 10/7/2011        
.........................................................................
http://www.youtube.com/watch?v=xpsXJccgtTc&feature=related
             ..................................................................                                              

GOYA ERA FEIO?
http://www.youtube.com/watch?v=n65xwRBXgWg&feature=related
A Guerra: Contínua?
http://www.youtube.com/watch?v=LMM6V5Ex52s&feature=related

....................................................................
Goya e a História Geral marcaram minha leitura. Generalíssima até o SAARA dos Mouros Mulçumanos de Napoleão. Pois é, e sua École des Beaux -Arts, em seu transpasse futuro__no Simbólico Romantismo__
e no passado do Rapto das Sabinas:
MERCI
http://pt.wikipedia.org/wiki/R%C3%B4mulo
...............................................................
http://www.youtube.com/watch?v=q-c8__Btz_U&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=-K9jLaZELzo&feature=related
..................................................................................
Do Horror ao Terror
Nos dias de Hoje?
Sim Senhor!

http://www.youtube.com/watch?v=uN2pyFxaq3U&feature=related
........................................................................

TRANSPASSE
MIMéTICO ; do artista Q está à morte. Certamente, muito doente?
Mas não adianta reparar na fotografia, em suas reaparições venezianas, institucionais e fascistas...Daqueles que, sendo cegos, preferem investir no mais obscuro dos conceitos digeridos por nossa sociedade avantajada de detritos e delitos, intelectuais e moralistas... repetitivos. Adeus, adeus, eu vou simbóra... com a mídia em chamas frias, querias?
Sigo adiante e me vejo. Todavia, assim mesmo...prossigo. 
Sou tudo que não queria para mim; infelizmente foi assim, pobre, fracassado, amargurado e muito pouco viajado. Um pária, em si mesmo, que ainda aguenta o tranco de nossa sociedade, democraticamente inautecida, mas na verdade dos seus buracos vazados, um horror, que me doi muito pela forma como espelham minha imagem pública...É, a internet tem isso. Enquanto isto vou levando, poque ainda tenho humor e uma dor sentida em meu peito vazio ( tenho brigado com meus filhos que não suportam este meu estado de anti- heroi, como cão sem dono). Me desculpem a falha, no sistema atual de valores, porque sem dinheiro e sem casa, a emoção te pega de longe.  E a omissão, da realidade, vai à sua caça, colocando seu rabo entre as pernas, sem dono. Uivos do AZ Collector , no dia consagrado às mães. Queiram-me bem; saudades de minha mãe 'Filhinha'.  AZ RJ  
BR................................................................até aqui
+
aplausos: fui; mas volto com + noticias

http://www.youtube.com/watch?v=B95AMm_Zg54


http://www.google.com.br/search?q=Velazquez&hl=pt
BR&prmd=ivns&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=sXTFTfPhMsLKgQfUgvHKBA&ved=
0CDgQsAQ&biw=1264&bih=748

http://www.youtube.com/watch?v=0Y4S0OKKfGo&feature=related
..........................................................................................
SOFRIMENTO EM DORDEAMOR
A grande arte tambem pode ser trágica...sem ser mórbida. E Sade não foi sádico, como seus propagandistas doentios deformam. Foi apenas "um pouquinho radical", em sua luta contra o absolutismo. Poder absolutamente inócuo, porque facilmente denunciado por um pouco de merda e papel higiênico, mas com uma boa ajuda, atenta e
ALCOVITEIRA

AZ O CÂO SEM DONO_ RJ 2010. Final de ano, para ti sem rumo...e  sem grana  

EU SABIA
Ou fiquei sabendo?
O DESTAK___www.destakjornal.com.br
RJ BR 25/3/2011

Meu Destak-Márvio dos Anjos ( Editor Surpresa)
marviodosanjos@gmail.com

O maldito dever de se sentir feliz
Nesta semana, esbarrei num ótimo ensaio do filósofo francês Pascal Bruckner sobre a felicidade ( Condemned to joy, Condenados à Alegria), esse estado que buscamos diariamente em nossas vidas.

O texto observava como o conceito de felicidade mudou no Ocidente através dos últimos quatro séculos. Antes ligada a fé religiosa, como uma promessa depois de uma vida de percalços, a felicidade como conceito sofreu influêmncia dos avanços da medicina ( que diminuiam as dores, retardando a morte) e do capitalismoe da sociedade de consumo ( em que a felicidade se tornou um bem cada vez mais material ). Enquanto o sonho do indivíduo ficaram muito mais próximos da terra que o Reino dos Ceús , o sexo também ficou mais interessante e menos culpado.
Esse contexto segundo Bruckner, criou uma máquina geradora de ansiedade. A tristeza seria uma falha do individuo, que não consegue se aproximar da imensa oferta de felicidades
Os inumeros atalhos rumo à felicidade aumentaram nossa angústia por não a alcançar     
da vida, em vez de ser um estado d'alma como qualquer outro. Cria-se um "dever de ser feliz", que pode ser conquistado até com substâncias vendidas legalmente em farmácias. É comum ouvir por aí, de que diferentes modos, que só é triste quem quer. Embora concorde que a busca pela felicidade necessite de uma decisão, acho temerário um contexto de intoxicação coletiva ( expressãodo próprio Bruckner ) em que é feio dar espaço e tempo para a tristeza.
Como conclusão de seu pensamento, Bruckner acredita que é preciso que o ser humano alcance uma renovada humildade, aceitando não apenas a fragilidade da felicidade vendida por aí como a sua própria susceptibilidade em relação às doresda vida. Tudo isso pelo fato de que, sim, avançamos, e muito, em relação ao controle dos riscos, mas não somos- eprovavelmente jamais seremos- senhores de todos os mecanismos capazes de prover alegria.
"Somos talvez a primeira sociedade que torna as pessoas infelizes por não serem felizes",encerra Bruckner. E aí você pensa em quantas vezes se viu angustiado , não pelas frustrações intimas , mas pelo contraste de simbolos exteriores da felicidade dos outros, estejam eles na vida real ou nos sorrisos exibidos nos anúncios comerciais. Com tantos atalhos confusos para a felicidade, a pessoa pode atravessar sua existência inteira em jamais saber do que realmente precisa para ser feliz, de tão ávida por ter o contentamento alheio.

SALCEDA DE CASELAS CONTRA O DEPRECIO DO SERGAS
http://www.youtube.com/watch?v=-X6QGCmcf28

IMAGEM MEMÓRIA
Quando meu pai morreu , um fio de fel correu pelo seu peito amigo.

E VI
<------------------------------------------------------------------>
E foi-se; como o sentimento deste mundo cão. Uivando de dor, mas indo.
A família foice.
 A casa doente, a nossa, ficou. Depois eu voltei. Ali vivi por mais três anos com muita  paixão por minha preta Maria. Não sobrava espaço para mais nada. Joana, minha filha ruiva, aproveitou e me deixou a
Estrela Minha.
Meus anos mais felizes correndo atraz dos balões, foram relações votivas que documentava em Super 8; no encontro partido com meu pai querido. Meu 'Carma' mais profundo foi minha inadaptação com este mundo aparentado. Este vasto mundo, que transpassado e doentio por debaixo de tudo se mexia, como o chão correndo aos nossos pés nos deixando sem medidas de tempo e de equilíbrio. Levei minha Estrela, minha morena em flôr e com todo amor verdadeiro, para Saquarema; mas para lá longe de tudo, em Rio de Areia. Longo tempo depois... Basel, e, mais tarde, Urca Sono; agora, neste texto atual, sem sentido e sem pouso certo, mas com muito sentimento paralelo,  no contraditório... AZ Collector RJ BR 30/10/2010.


Ao invés de periférico, uso agora: paralelo. Porque é menos usual, e mais obliquo...Singular.

ESTÁ BEM, ASSIM... PRINCIPALMENTE, QUANDO PRETENDEM TRANSPASSAR- ME, POR DEBAIXO DOS PANOS...A EJACULAÇAO NÂO É PRECOCE, MAS VEM COM MUITO SANGUE< NA CAMISINHA INFERNAL.... QUE VOU VENCER COM TODO AMOR DO MEU CORAÇÂO.

A ANTI-ESTÉTICA É A PRÒPRIA ESTÈTICA, VELHA DE GUERRA, QUE JÁ FEZ O CAMINHO SELVAGEM DE INÙMEROS DESBRAVADORES DOS MARES REVOLTOS DO MODERNISMO. E A DIALÈTICA DAS LINGUAGENS,  NOS MODELOS TRADICIONAIS DE EXPRESSÂO DAS ARTES PLASTICAS, HÁ MUITO TEMPO FOI MISTURADA E INCORPORADA PELAS ARTES VISUAIS, COMO REFLEXÂO MAIS DO Q CONHECIDA. HOJE, APENAS, ISTERIA INTELECTUAL; DO NOVO CONTEÚDO AVASSALADOR DAS IDÉIAS RENTÀVEIS ( AINDA? ), NAS INSTITUIÇÔES DECADENTES DE NOSSOS DIAS. NOVA É A IRA, Q SE ESPALHA PELA INTERNET. AZ PARALELO RJ BR_ 30/6/2011    

MAIS CONTINUA LINDO. INDO:
http://www.youtube.com/watch?v=_pY08e_tdtA&feature=related
-----------------------------------------------------------------

PINTURAS ALEGRES: QUERIAS?
 Felicidade é isto: voce encarar sua sina e assinar em baixo.
Mas, paranóico é a puta que os pariu. FUI + EU. E voltei, sem votar, certamente...
Porque me tornei um pária, no sistema vigilante das cagoeterias; aquelas velhas acusações subversivas, que, quando jovem ainda, me faziam alvo. Mas vítima sedutora daquele novo comportamento reacionário. Pelo amor, em causa "imprópria" e, pela velha tentação, das idéias mais "infelizes" ( ou felizes, mas muito reprimidas ). Aí, fiquei pobre e sem moradia. Mas moro no seu coração, tão tímido e medroso ante meu passaraio ativo, como um raio; ou, como uma centelha, de alguma idéia à ser apropriada... mesmo assim.



E novamente minha, de luz...RECLAMANTE

  http://www.youtube.com/watch?v=-K9jLaZELzo&feature=related

A supressão de uma visão intelectual mais bem definida, certamente levou-nos a achar voláteis derivativos, quer na vida intima, quer na vida atôa; que se esvai, rarefeita, pelas dobras de tua saia justa. Mina rala... da sobrevivência. Perfume barato, nesta vã filosofia. Cheiro de Gardênia Azul daonde escapa-nos, misturados ao olhar torto, as vias de fato daquele vulto fugidio de cão vadio.O piratão faminto....
O corpo fica e a mente é que dispara, ao escapar da garrafinha nossa mensagem, com todo aquele cheiro no mar de lama...em torno. É quando mal se chega perceber, naquela  mensagem de aviso inicial, os finalmentes. Sempre se expandindo por todos os lados, pedindo socorro, enquanto a morte não chega. Porque não relaxas e vens bailar.... comigo! 

AZ RJ BR 11/ 10 /2010

CAGOT




                                
                                                    
Eis a foto roubada pelo computador, o rei e a rainha
sendo tentados pela minha alma de luz, Q enviezada linha... tinha.
                                NÃO ERA O QUE DEVERIA
                                     FAZER, MAS!

Como tenho perdido espaços para trabalhar no computador, local de minhas últimas amostragens visuais, já que não temos ninguem de apóio, nem galeristas, nem curadores, interessados em nossos projetos. Aí, fico na bronca mesmo e detono; porque estão sempre atentos às nossas passagens vivas, nas artes visuais e nas idéias Q ajudamos a difundir, entre estes colegas, pusilâmines e cagões, que se esforção para morar no silêncio da chupação mais individualista e fugaz levadas aos profissionais desta coisa chamada, "comunicação social", e, "divulgação midiática"_mesmo sendo sempre as mesmas ações recicladas para impacto em nossos pequenos núcleos de reais interessados.  Esquecendo-se Q estou coberto de razões e disposto a revelar para o internauta, tudo Q agitamos e ventilamos entre estes pobres diabos, cegos e servis, mas muito espertos quando se trata da alto promoção, entre os sabidos pensadores e escribas, do todo sempre, Q  fingem negar e combater, mas de quem recebem razão para viver. En derrière, anahuê, ou anarriê de Santo Antônio( 12/6/2011 ); Alguns escaparam do suicidio e da escuridão, na loucura mimética do funk do trenzinho, pelas minhas mãos de cabeça de mamão, e, atento, sobretudo... . Hoje fingem, se escondendo e se esquecendo, que sou 
O ÚLTIMO DOS PINTORES e o "verdadeiro" PRÍNCIPE DAS TREVAS,
 sem acentamento no colo corrupto e doentio_  instituicional e internacional_ desde o século passado ( RJ BR 1956 ), quando comecei   e os conheci, e eu já entrando em outras.... Naquela: de agitar, como estudante, as artes plásticas, de sua dependência covarde e atávica_ teve uma idiota bonitinha, que para me atingir e justificar sua eterna omissão, alega Q, pelo menos, nunca foi acadêmica, mas pudera... também não existe... só como gostosinha. Mas Portinari teve uma formação acadêmica, com prêmios à Europa e tudo mais...e pela ENBA. Quem nunca fez curso na academia, e era auto-didata, foi o Oswaldo Teixeira. Os dois, com total domínio do seu metier. E, Q vai sendo recuperado pelos grafiteiros, nas ruas, porque estes vão desenvolvendo mais conhecimentos sobre o assunto; esquecido e fora da palta dos catadores das sobras visuais, que por acaso, vivem presentes nos detalhes dos afazeres cotidianos e só chocam pela graça futil da nova decoração contemporânea. Quem sabe disto, muito bem, é o nosso novo "artista plástico" Eike Batista, que botou o motor possante e moderno de sua lancha, em sua própria sala de visitas...Pra passear na guanabara ,ele vai de barquinho, porque conhece bem as aguas em que se banha. Todos estão cada vez mais acordados com os tempos pós modernos, Q alavancamos. E os oportunistas, cada vez melhores...e mais assanhados como as baratas de cemitérios; por defunto novo. E, eu, Bem Te Vi  de ponto, diligente, tomando conta de meu espaço. Mas sou um sobrevivente de 74 anos de vida, vivida, e pronto pra lida. Podem aguardar, Q só mordo quando fecho a boca.....TCHAU, PANACAS DE SALÂO E CAGOETES DE OCASIÂO, NO FINGIDO E LIVRE TRANSITO DAS ARTES VISUAIS OFICIAIS. MAS QUE TAMBEM QUERO...SAI PRA LÀ, QUE MEREÇO CONSIDERAÇÂO. Al Zalu do Pontetado de Azurara, aquele Q  voces sabem...é só esperar. AZ RJ BR 11/6/2011 

O SEGUNDO, Q BAÚ DAS SOMBRAS 2, VAI SER MODIFICADO
MAIS MORDAZ, SE POSSIVEL...
aguardem!

              Um encontro desejado; mas enviezado. Contigo, meu caro leitor anônimo...

          DAVID HARLEY: A OPRODUÇÂO CAPITALISTA DO ESPAÇO
              Desculpem se os incomodo: dancem com a morte, mas dancem eternamente ...e, sem fim. AZ RJ BR 26/4/2011

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A VIUVA NEGRA VOLTA DA CAÇA ÀS BRUXAS
Supondo poder destituir suas invejadas criaturas fálicas, presas as teias sociais penosamente sofridas, em nossa solidão de familia. Como há tudo, adeus, porque vou por outro caminho, mais querido e desejável. Porque não foi conquistado no acesso ao poder de barganha, da burocracia oficial e da infra- extrutura social vigente. É, não me interessam as medições de poder fálico e as outras, mais simbólicas. Coisas menores, sem sangue nas veias. Mas às fizemos lindas, graciosas e significativas, para seu deleite solitário. E santificadas, como esta mensagem nobre, porque admiradas por muita gente atenta. Abro mão de tudo, não me pertencem mais; apenas, a quem interessar possa. Atento para aquelas leves sensações, quer de segurança ou de  angustia, porque não posso suprir a falta de contacto amoroso, entre todos nós. Enfim, admito sua inteligência aguda, em suas tentativas de atenção com todos os seus. Mas é dificil mesmo. Temos Q superar a vaidade, do pré-domínio, na teia neurótica freudiana e liberar nossa 'alma encantada' de todas as culpas. Anteriores a constituição de nossa tão amada família; perdida. E, outrossim, nos ganhos da comunicação em cima de qualquer um, no entorno. Q nos ouvem, e imaginam poder entender nosso complicado modo de ser. O problema é Q, todos palpitam sob meu portugues ruim, e tentam, assim, interferir nas interpretações de tantas brigas de amor e ódio. Estou "passado" , assumindo meu ser paralelo e deixando esta coisa gravada para a posteridade. Daí, a responsabilidade social do Google, minha companhia constante.
EM MOCHICA-PERÚ
http://www.youtube.com/watch?v=0r6OdbTlTBU&feature=related
Sem distinção de famílias e estas coisas estranhas. Só fico assim, assim, com minha perplexidade atônita, e com quem quiser me amar deveras, sem medos de nossos encantados fantasmas em seus constrangimentos seculares... Q viajam dentro de nós, escondidos, como alimento para as antigas doenças da alma. Q Deus nos proteja de todo mal, através do tempo bio-físico, de nossa energia solar, como átomos nucleares de nossos gens, hoje, muito nervosos, e as vezes, totalmente aloprados; pelas vias de fato e pela falta geral de controle; mais profundos. Sinto muito, mas quando jovem imaginava superar minhas limitações; suprimindo estes fatos soturnos, agora, incorporo-os ao meu ser divino. Sou maluquinho? Pois é, mas as outras partes, condicionantes, mandei todas à la merde com minhas toxinas, como um suicida vivo e sobrevivente ao desequilíbrio geral, mas pago o pato, por assim dizer___ "POR SER TÃO LÚCIDO E AMA-LOS TANTO, SEM PODER TOCA-LOS E DIZER QUE VOS AMO.  À TODOS, DA MINHA E DA TUA CADEIA NUCLEAR HUMANÓIDE".
Fico feliz por assim dizer, que vos amo sem protoco-los e rituais miméticos, na nossa extraordinária ambição narcisista. Finalmente livre, pela 'miração' de um sentimento mais profundo... Q , enfim, baixou em mim : Alba e AMELINHA, sinto muito. Nossa! É pela falta, de nós mesmos e da parentada IBÈRICA. Como já sou paralelo, antecipo em muitos anos o Q, normalmente, se diz  no final de tudo. Eu vos amo e quero ficar na minha. OK? AZ Collector RJ BR 7/6/2011. FUI


http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://2.bp.blogspot.com/_z6S8VDOwhWY/SV5o72i2VHI/AAAAAAAAACM/D-_rTOOrnVE/S1600-R/om%2BELEMENTOS.jpg&imgrefurl=http://mantraterapia.blogspot.com/&usg=__v5v3h65Hf4AuKDnKDcsbCyQ9rKU=&h=325&w=346&sz=30&hl=pt-BR&start=44&zoom=1&itbs=1&tbnid=HtUJlMkCndRClM:&tbnh=113&tbnw=120&prev=/search%3Fq%3DMantras%26start%3D40%26hl%3Dpt-BR%26sa%3DN%26ndsp%3D20%26biw%3D1260%26bih%3D608%26tbm%3Disch%26prmd%3Divnsb&ei=Bfa2TYfEOoHegQfa-JBh

MAS TEM MUITO MAIS

Augusto Emílio Zaluar
http://pt.wikipedia.org/wiki/Augusto_Em%C3%ADlio_Zaluar
http://www.scarium.com.br/e-books/smaniotto/zaluar.pdf

E seu filho , meu avô Armando...'Capitão da Guarda Imperial' 
Armando Emilio Zaluar
http://www.jusbrasil.com.br//diarios/busca?q=Armando+Emilio+Zaluar&s=diarios
http://www.jusbrasil.com.br/diarios/1716112/dou-secao-1-12-12-1905-pg-7

+
Os primos portugueses de meu Pai

MARIA ARMINDA ZALUAR NUNES
http://www.arquimedeslivros.net/product_info.php?products_id=2024

Manuel Augusto Zaluar Nunes (? )
http://memoria.ul.pt/index.php/Nunes,_Manuel_Augusto_Zaluar
+
A confusão não é só dos cariocas, vem de Portugal também e alcança a Internet...
José Manuel Zaluar Nunes Basílio
http://compromissoaesquerda.blogspot.com/
http://www.projectoalkantara.org/apresentacao.htm

+

Meu Pai
Achilles Emilio Zaluar
Meu pai, médico e humanista, invisível na Internet mas um ser humano muito presente para todos; no RJ. Vi Ki Pede...
http://pt.wikipedia.org/wiki/Achilles_Em%C3%ADlio_Zaluar

+

O filho do Ary, primo irmão de meu pai que participou da Missão Rondon..o 
Abelardo Zaluar
Sobre meu primo e Mestre Abelardo Zaluar, o que temos na Internet é muito pobre e confuso_ não vou perdoar; Collector AZ_ Não fazendo justiça à sua augusta pessoa, Q teve inumeros colecionadores, admiradores e, sobretudo,  alunos, destacados em vida e nas suas funções sociais como artistas visuais; antes e depois da fundação da ESDI. OK? Sinto muito, mas meu mestre não merece este, tão pouco, esforço coletivo. Ainda mais, porque temos agora a Internet, e o Abelardo projetou_ antes de ser banido_um Laboratório de Cibernética ( ENBA, RJ BR 1967-8), Q eu e seu filho Guilherme remetemos para aquele crítico "amigo"de SP, que atende pelo nome de Jacob. Que se saiu muito bem desta história, com a ajuda de meus amigos de lá e com meus parentes de cá. Além do mais, com uma nova homenagem ao falecido, na Caixa Econômica Federal, e com tudo pago; profissionais; folhetos; e, até na Internet, que não faz justiça a importância Q o artista teve para todos os seus colegas. Vivos ou mortos. Porque até a Casa da Flor, de minha irmã Amelinha Zaluar, foi introduzida na Universidade do Brasil, pelas mãos do Abelardo em suas aulas de desenho. Como sempre fazia, convidava outros artistas para um encontro com seus alinos, em sua ampla sala de aulas ( ENBA- RJ- BR- 1956 à 1967-8 ). Lá tive contacto com a obra e o pensamento do UBI BAVA, do TENREIRO, do GOELDI e muitos outros, includsive com o "D'Ávila" ( ou Avila )_ artista filiado e frequentador da Arco, na Escolinha de Arte do Brasil _que realizou as primeiras experiências com impressão artistica em acrílico; e um avanço, nas possibilidades do multi-uso, com pigmentos aglutinados as novas colas plásticas ( Cascorez por exemplo ). E Q, além disto, ficou apaixonado, como todos da "escolinha de arte do Augusto Rodrigues", por arte popular. E foi assim Q o D'Avila "descobriu" a Casa da Flor. De mãos em mãos se faz arte e cultura, uma cadeia de citações e informações, Q necessitam ser mantidas e marcadas por uma questão de informação e de ética cultural , Q não devemos abandonar jamais. Como o próprio Goeldi mantinha, sempre citando seu Mestre Kubin, até o final da sua vida (RJ 1961) E que, o Abelardo, passava para seus alunos, no encadeamento das relações culturais mais próximas, e, nas mais longinquas, Q permeavam a História das Artes e as relações culturais mais contemporâneas. Palavra que ouviamos diariamente em sua sala de aula, como aluno de desenho; primeiro ciclo ( ENBA 1956-58 ). Falar pausado e consciente, Q ninguem por fora poderá avaliar. E,muito menos, querer ostentar na dança, por força do poder econômico e político, se promovendo institucionalmente.... Daí, sim, tem a palavra o artista abstrato D'Ávila... foi do Grupo Dos Oitos? O "boca torta" teve tudo para responder estas questões de fundo, Q vão se perdendo. Porque remetemos tudo para ele fazer o melhor: reportagens; textos; projetos; catálogos e tudo mais. Sabemos Q devolveu os  2 quadros; e este material de informação? Realmente eu pedi à "amigos" de SP,  para dar uma força com meu "amigo crítico" e puxar dele, o melhor... Não sei como estes pedidos bateram por lá; nesta altura, não confio em mais ninguem deste meio safado... Fui muito além, no empenho, me expondo num covil de cobras. Muito além, "dos cacoetes intelectuais", na apropriação contínua de uma boa imagem para si mesmo.  Ou, para o conjunto, sinistro do Q foi feito e do Q resultou disto tudo. Nisto aí, só eu fiquei jogado na fogueira da armação coletiva, secundária e ordinária, aonde se lavam as mãos, umas sobre as outras. Pra frente Brasil!. Mas não faz mal, conheço minha gente. Demoram, mas acabam se mancando...
Agora o nosso artista plastico "D'Avila"; Dávila; ou, nome parecido, sumiu. No Google não achei. Talves possa ser achado no Dicionário Das Artes Plasticas Do Brasil, do Roberto Pontual , ou no Dicionário Crítico Da Pintura No Brasil, do meu amigo, José Roberto Teixeira Leite....Q apresentou, otimista, minha primeira exposição, na Galeria Santa Rosa ( RJ 1964 ). 
Não vou ficar procurando, porque não tenho saco mesmo, mas Q eu estava, naquela apresentação da ENBA... focando a Casa da Flor, estava. Com muito carinho com todos, e pelos fatos vividos e os personagens reais esquecidos...porque o mundo roda e te abandona sem te olhar... isso acontece. E, viva nós, Q ficamos aguardando uma mão estendida para apertar. Minha irmã é ótima, obstinada, organizada, inteligente e interessada,,,Daí que, a Amelinha Zaluar poderia e deveria ajudar como fez com o desconhecido, Seu Gabriel; por mergulhar  nos assunto e nos seus trâmites legais. E o fez, comigo também; tirando minha aposentadoria de velhinho da gaveta oficial, durante tantos anos, trancada. Fui...e é isto aí, porque também já fiz muito por todos aqui envolvidos. AZ Collector RJ BR 16/ 6/ 2011

http://www.travessa.com.br/ABELARDO_ZALUAR/artigo/9cac04ea-1f5d-46c0-bf99-d7314fd2354f


http://www.mac.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=88&evento=6

http://www.google.com.br/search?tbm=isch&hl=pt-BR&source=hp&biw=1260&bih=610&q=aBELARDO+zALUAR&btnG=Pesquisar+imagens&gbv=2&aq=f&aqi=g1&aql=&oq=
ARY ZALUAR
Pai Cartógrafo do Abelardo Zaluar
http://www.ahex.ensino.eb.br/mapas/pa.pdf
Aurélio Zaluar
Irmão Ufólogo Do Abelardo
http://biografiaufologos.blogspot.com/2006/04/aurlio-zaluar-ele-chegou-escrever.html
______________________________________________
&
Nova geração: Sem ordem de chegada...
Neto de meu irmão, ausente na Internet, e filho do Diplomata A.E.Z.N.
Achilles Zaluar Filho
 http://www.myspace.com/achilleszaluar/photos

Marina Trancoso Zaluar
http://www.youtube.com/watch?v=dK87z6XukXU

MEU AFILHADO
LUIZ ANTÔNIO ZALUAR
http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL964227-9842,00.html

Historias do Goleiro: ZALUAR
http://globoesporte.globo.com/platb/memoriaec/2010/10/22/zaluar-o-goleiro-que-sofreu-o-primeiro-gol-de-pele-e-festejou/

+

Ricardo e Marília, filhos da minha irmã Alba Zaluar 
Ricardo Zaluar Guimarães
http://pt-br.facebook.com/people/Ricardo-Zaluar-Guimar%C3%A3es/100000725130849

Marília Zaluar Guimarâes
http://www.icb.ufrj.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=213&uid=3
+
Achilles e Henrique, filhos de meu irmâo Achilles E. Zaluar Filho.
Achilles Emilio Zaluar Neto
http://reocities.com/CollegePark/1930/HP81.HTM
http://pelotaocivico14bc.com/index.php/component/content/article/42/89-merito-militar-em-grau-de-cavaleiro

Henrique Leão Teixeira Zaluar
http://www.montanhasbrasil.org.br/informe04.htm
+
Jurema Zaluar
Neta de meu tio e padrinho, Atalíba E. Zaluar
http://pt-br.facebook.com/people/Jurema-Zaluar/100000853896055

+
e o
O CAVALO ZALUAR?

Minha paixão são os animais: passaros, cachorros e os cavalos ( Patusco e Bolivar, do meu tio Luizito; lá em Vassouras dos anos 40/50_ por isto desenhei tantos cavalos, em Santa Maria da Boca do Monte (RGS- 1965 )...? E, VEM DAÍ, O CAVALO DA CAVALEIRA?!?!? COINCIDÊNCIA.... ? 
http://www.youtube.com/watch?v=AqLgoTK6Lfc&feature=related


+

E O IRMÃO "ARTISTA": ALOYSIO ZALUAR
Como sou seu  irmão, que pretendeu alocar no Retito dos Artistas; ainda agorinha, ao ver-se de mira araquinídea por um simples desafio; desabonador, porque era forçassão de barra, tentar furar a fila de tantos velhinhos desafortunados da sorte. O meu é o desafio de poder pensar, como bem quizer, valendo-me do google e só escapando dos poderes sinistros, em causa própria, porque pulei de banda, escapando dos seres  manifestos que faturam com a mídia e a boa imagem muitíssimo bem. Por isto prefiro, até, os pangarés....
E tem poderes, modeladores de idéias enfáticas. Mas, não em cima de mim...Q dou coices; ou, dos clovis, que matavam por direito na tradição social milenar...hoje brincam de folclore com a amelinha, nossa outra irmã institucional. Sobretudo eficiente...  
Se o crime não compensa, ganham de lá e daqui. Sobre o vampirismo, nas veias das idéias chupadas coletivamente; ou, na própria distração ingênua, dos quixotes sem causa, que falam muito e não se profissionalizam devidamente, jamais. Sózinhos, no caos da burocracia cultural, com todas suas apresentações de titulagem e ponte, com o estado canônico... Botando todos pra correr. E sempre escanteando quem se aproxima pro abraço; e, pois é_ fora do jogo do saber, dos especialistas em assuntos redundantes mais do que prerigosos, porque já digeridos... São verdadeiros passistas de salão e se sacodem bem é porque sambados estamos. Porque lidam, assim, com coisas medonhas movidas por seu conhecimento bastante desgastante; de suas teias sociais criam a fantasia de poder usar o grande falo, político institucional,  movendo-se como malabaristas pela industria da informação e sempre faturando muito alto; nome, prestígio e projetos profissionais excludentes, como  mandam as investidas em falação generalizada. Que manipulam_ ainda em causas núltiplas_ sobre vários assuntos da cultura pluri-contemporânea, mais do que os segredos da informação, porque perduram, pendurados em nossos ouvidos. Séculos de armadilhas históricas disparatadas pelos autores, que nos acompanham. Somos sinistros, e a eternidade é a nossa salvação voadora. Mas estão usando, certas coisas dolorosas, em situações interpessoais mais íntimas com os homens da mesma familia cerebral.  Como novos admiradores, de suas atividades extra-oficiais ( como o passadista Cezar Maia e sua trupe, por exemplo), e passam a nos espetar com ameaças infantis, de nossas traumáticas famílias; esquecendo-se de todos seus antigos colabodores, que já perceberam o seleto numero de acrobacias intelectuais que, volta e meia, viram-se em causa própria e única. Genial. Uma fera aos gritos alucinantes, dos não malucos, sem mascara alguma, como o Nosferatu e seus filhos pródigos, de tantas regras cagadas até a loucura fria e inexoravel. Deformado ato castrador, pelo uso do mando corrupto, no sucesso fugaz; em cima de otários da meia bomba marxista. E mafiosos, nas questõe violentas do tezourão sobre todos da mesma espécie esquerdista. Um saco de caga-regras, que não sacaram, previamente, nenhuma dúvida. Pedófilos desde criancinhas? Ou, quando a causa ficou muito obscura, envolta nas sombras da paródia cristã; aí, sim, realmente acarretaram muitas deformações e culpas, ao ter que dividir o pão nosso de cada dia... E há tempos, que com as novas palmatórias do mundo, neuróticos da"machonaria" fazem coro de gatos, se passando por lebres. É o "vai tomar no cu", hoje universal, em vôo corriqueiro. Quanto à mim, sempre soube me defender, e fui temido pelas minhas ações sedutoras e destemidas; sendo que minha primeira penetração, de fato, só foi acontecer com nossa passadeira negra Lucy, aos 13 anos de idade. E era ela quem me comia, deitando-se sobre mim no caminho, em cima do capim colonião_ que me provocou uma alergia da pôrra. Dores e flores, como de fato houve, na subida do Morro Macedo Sobrinho, no Humaita. As tentativas anteriores foram apenas frissons de crianças e adolescentes temerosos de serem pegos. E muito rápidas, para  adultos repressores e reprimidos pelas culpas, não "percebendo" aqueles contactos tolamante escondidos pela classe média, temente a palmatória e ao pecado da carne impura.... E nua. Coisas que os selvícolas não reprimem, e que, algumas populações do interior, até acham graça. Quanto a idade para o coito e a procriação, não existem regras nem medidas rígidas para a iniciação. Apenas sabemos de situações precoces, que tumutuam a mente de todos. E dos jovens iniciantes, nas coisas de sexo, prazer e mente, que sem os estrupos dos fatos, moralistas- virtuais, vivem à fantasiar aqueles demoniacos falos de poder e glória... Que a pisicanagem resolve, para quem queira se conhecer melhor e deixar de projetar em seus próprios filhos, a temida esquizofrênia dos portadores de compulções masturbatórias, nocivas a uma mente ZEN...Acabam enrabando seus próprios fantasnas, mas cheios de culpas no cartório, como é o caso da maioria dos guardiões arrependidos; presos, ao cabides dos armários. Se têm medo da barata, leiam a opinião ilustre de nossa maior psiquiatra, sobre o casamento e as mulheres, em si.... Da medo sim. Mas aguardem o depoimento da Dra. Nize da Silveira, sobre as mulheres. E queiram-me bem, como eu vos quero; no amor; na amizade; na dor; e, na solidão sem fim. FOI? AZ COLLECTOR . DOMINGO DE SOL, EM JANEIRO RJ BR_____PARALELO

Aqui, em cima, quadradinho do antigo Urca Sono, INVISÍVEL
Porque sumiu

http://www.youtube.com/watch?v=4PrkVO6yEC4&feature=related

ALERTA GERAL
TODO MEU TRABALHO_ HORAS DE ESFORÇO CONTÍNUO_FOI ELIMINADO DAQUELE PRIMEIRO "BLOG URCA SONO". PESSOAS, MUITO PRÓXIMAS, QUE TIVERAM ACESSO AO MEU COMPUTADOR. NO MOMENTO ESTOU FECHANDO PARCERIA COM NOVA "CAÇA AS BRUXAS", PARA CONTINUAR TRABALHANDO, PORQUE DESTRUIRAM O URCA SONO ANTERIOR COM TODAS AS SUAS CRÍTICAS E IMAGENS PERTINENTES AO MUNDO EM QUE VIVIAMOS. E AGORA, A ONIPOTENTE CRIATURA MENOR _ NÂO SE TRATA DE GENTE GRANDE_TENTA ME CERCAR_CUTUCANDO_ PORQUE NÂO AGUENTA MINHA PRESENÇA CONTÍNUA . LIBERDADE DE ESCOLHA SAI CARO. AZ RJ 12/10/2009.
DUVIDAS?
http://www.youtube.com/watch?v=bEHVw_vcp-A&feature=related


TALVEZ ME DEDIQUE SÓ AOS TEXTOS PORQUE É O QUE MAIS TEMEM
Tudo havia acabado para mim. Imaginava entrar num mundo de luz . Escapar das chamas, mas viver meu espirito desencarnado, ao meio dia, escorrendo com sua meleca de filho da puta disfarçado, que imagina poder se esconder de tanta mágoa derramada. Sou o Lulu Palavão. A biriba foi indo , subia e só faltava fechar o arco sobre a linha. Do telhado, te via atrapalhado. No fim é isto , vai ficar desencapado, sem as pregas da face rubra te apontando. Safado, porque daqui, daonde estou, a posição é ótima e não vou perdoar. Prego o quengo no teclado e transformo tudo. Nada de imagens ilusórias, nem amor próprio compassivo. Nada de perdão ou sequer acusação, deixo-os corroendo o mel do meu portugues ruim. Mas espero que, tu fedido, pelo menos entendas. Pois é. Virá sem rumo nem direção. Arranjei um novo clone, interessado na minha liberdade de espirito. O chato é que vou mudar tudo. Rainha do Mar não é um bar, nem Iemanjá, apenas um objeto de adorno sobressaindo, depois de meu 'Blog Afetivo' ter desaparecido. Minhas invocações mais pesadas às sombras, não mais perseguirão os miseráveis dentro dos seus armários virtuais, serão a própria sina... Da leitura.
                                
                                 Procure o saber
                                                                          Om

http://www.youtube.com/watch?v=R235by-pnPs&feature=grec_index

RAUL SEIXAS, SIM 
http://www.youtube.com/watch?v=htfg93q75Pw&feature=related
MISA LUBA, SEMPRE                       
http://www.youtube.com/watch?v=XxFd6Hl6tAI&feature=related

SAYA AFROBOLIVIANA
http://www.youtube.com/watch?v=vfkX4Ipgy5M&feature=related

MI SAMBA MI NEGRA
http://www.youtube.com/watch?v=douH3W1oFlo&feature=related

SOLIDARITY IN SAYA
http://www.youtube.com/watch?v=OVX6oaj22RM&feature=related




Continue:
Querem me calar, coração daninho, mas meu amor aos meus filhos sobreviverá ao desalinho. Só arranco o rabo do tonto, pra dar um tanto de pilha. Afinal , não sou ladrão de galinha. Sou o Papagaio
A doutora NIZE DA SILVEIRA dizia o seguinte: uma mulher bagunça com o Diabo; dez mulheres bagunçam o inferno todo....
1000
%
te acharás, na tuba, como o gato mia
SERÁFIM